sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL!!


A Acerva Paulista saúda a todos os simpatizantes das cervejas caseiras...

Feliz Natal e um ótimo ano novo!

sábado, 18 de dezembro de 2010

Competição Nacional das Acervas: Por que participar?

Bom pessoal, estamos quase entrando em 2011 e a próxima e mais importante competição de cervejeiros caseiros do Brasil se aproxima. Acontecerá em SC (local ainda indefinido) nos dias 23-25 de junho (feriado de Corpus Christi). Serão 3 estilos:

- Bohemian Pilsener (BJCP 2B)
- English Barleywine (BJCP 19B)
- Classic Rauchbier (BJCP 22A)


Pode-se competir em 1, 2 ou nos 3 estilos. Historicamente, essa competição tem sido massivamente dominada pela Acerva Carioca. Talvez em segundo plano apareçam mineiros e catarinenses. A Acerva Paulista tem sido apenas um coadjuvante, com o melhor resultado sendo um segundo lugar em 2009, do Eduardo Manetta (com sua traditional bock).
Cada ano que passa temos um número maior de inscrições e a competição fica ainda mais difícil. Mesmo assim, existem inúmeros motivos para deixar de lado a preguiça e o preconceito e se inscrever nessa competição. Cito alguns:

1. Colocar a Acerva Paulista em destaque no cenário nacional (me desculpem caros cervejeiros de outros estados ou paulistas que não são filiados à nossa sociedade, mas preciso cuidar dos interesses aqui de nossa "família")
2. Receber feedback dos jurados: com a pontuação geral você pode ter uma idéia de onde sua cerveja se encaixa em relação a outros cervejeiros. Com as observações de defeitos você pode encontrar lacunas e erros no seu processo e/ou no seu equipamento. E com as análises sensoriais você pode entender se sua receita se encaixa no estilo, se ela está muito pesada ou muito limpa, e outros detalhes interessantes
3. Competir: Uma vez competindo, você vai querer ter uma pontuação melhor, vai querer ganhar uma medalha e por fim chegar a ganhar uma categoria. E isso vicia!! No final das contas, vai perceber que a competição o torna um cervejeiro melhor. E uma pequena glória não faz mal a ninguém!
4. Prêmios: Alguns dos prêmios oferecidos por patrocinadores podem ser bem estimulantes: uma saca de malte, torneira de chopp ou talvez aquele fermentador cônico que você sempre quis.
5. Simplesmente porque é legal e saudável: Não importa o que aconteça, se você ganhe ou não, se foi totalmente justo, ou se você acha que a sua cerveja poderia estar melhor. Participar é o importante. A cultura cervejeira agradece!


Acredito que muitos cervejeiros não se inscrevem pelo medo do desconhecido. "Acabei de começar a fazer cerveja" ou "Não dá pra competir com cervejeiros experientes" são as frases mais ouvidas. Outros não competem porque eles não fazem cervejas com estilo definido e assim estão felizes, fazendo cervejas para eles mesmos, sem se preocupar em estar dentro de alguma categoria. E ainda existem os que não acreditam nos jurados e no modo como o julgamento é feito, ou que tiveram experiências ruins no passado com julgamentos.

Eu peço então que você, leitor, ignore essas desculpas para não participar e foque um pouco mais no motivo nº5. Porque não há nada mais legal que estar no dia do evento esperando o anúncio dos vencedores sabendo que você tem uma chance. E assim como na mega-sena, quem não joga não tem chance nenhuma de ganhar. Nosso sócio Paulo Ferro sabe disso: começou a fabricar bem depois de muitas figurinhas já carimbadas do estado. E nem por isso se deixou intimidar. Deu no que deu: 2º lugar no concurso estadual. Portanto, caros cervejeiros, brassemos!!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Encontro de Sócios - Brotas

Brotas, cidade conhecida pelos esportes radicais e por ser o berço do cantor Daniel, mas por que não dizer também, por ser o lar da Brotas Beer e do anfitrião Marcio Egea?


Neste último encontro de sócios, de um ano abençoado para a ACervA Paulista, não poderia ter sido diferente... Sócios de diversos lugares do estado rumaram para a cidade e puderam se divertir, trocar experiências, aproveitar um ótimo churrasco e provar cervejas de excelente qualidade no Clube de Campo de Brotas.

Sábado, sol, amigos e cerveja, combinação difícil de dar errado...

Como sempre, num fato digno de nota, somos agraciados com a presença de novos sócios, ainda tímidos, ainda acanhados em apresentar suas "crias" no início e que aos poucos, a medida que o papo e as risadas vão contagiando, começam a perceber que estão fazendo parte de uma grande família... Já foi dito no dia, mas novamente, sejam bem-vindos Rafael, João e Flavio!


O evento contou com visitas ilustres, alguns diretores do clube de campo de Brotas foram lá para conferir "esse povo que faz cerveja", não sei se para ter certeza de que tudo ficaria em ordem ou para puxar a orelha do Márcio!

Afonso, Alex, Breda e Riva rodeando um dos diretores do clube.

Tivemos a visita dos professores da FATEC de Piracicaba, Prof. Hermas Germek, diretor da faculdade e o Prof. Alessandro Orelli, especialista em Tecnologia da Cachaça, que nos presentearam com algumas cachaças produzidas pelos seus alunos.

Prof. Alessandro, Prof. Hermas, Afonso e David

A Priscila, por um momento, ficou em dúvida se ficava na

cerveja artesanal ou na cachaça artesanal!

Além disso, musica ao vivo, com direito ao cover do Zeca Baleiro e a canja de nosso cervejeiro-gaitista Daniel... Simplesmente um espetáculo...

Olha o Zeca aí!

O modesto e talentoso Daniel e o Zeca Baleiro Cover acompanhando

Não poderia citar a quantidade de boas cervejas que experimentamos ao longo do dia, mas gostaria de destacar algumas, correndo o risco de magoar quem não foi citado...

Além da cerveja em si, o show para abrí-la tornou a Ginger Ale da Sauber muito mais saborosa...

A IPA do Daniel, que não sei não, por estar tão boa, deve ter ficado com dó de compartilhar com os amigos, pois foi uma das cervejas que acabou mais rápido...

A inventivas Fruit Beers do CAS - a de cupuaçu foi uma viagem! E sem falar na Brown Ale com 500 tipos de malte, 200 tipos de castanhas e chocolate - uma refeição completa!

Ginger Beer + CAS Passion (cupuaçu) e CAS Absirto (Brown Ale)


E a pilsen do anfitrião Marcio, que fomos buscar na fonte, com a cerveja ainda em maturação e que foi carbonatada na marra.

A todos aqueles que também levaram suas criações e que não citei aqui peço desculpas, mas após o dia regado a tantas e tão boas cervejas, ficou um pouco difícil lembrar de todas... Tentei até anotar em um papel, mas não sei porque em algum momento perto do final do dia, como num passe de mágica, sumiu do meu bolso.

Nosso amigo Renatão ajudando o Márcio

Alguém triste por aqui?

Não me lembro de ter visto esse show, mas não é o David, na foto abaixo, tocando um pagode e o Hugo fazendo passinhos?

Mesmo estando na foto, não participei deste momento Lama

Para fechar o dia, àqueles guerreiros que conseguiram resistir se encontraram para um jantar em um agradável restaurante da cidade, um dos pontos de venda da Brotas Beer.

No domingo, fizemos uma visita às instalações da Brotas Beer, que está sendo preparada para receber um incremento na capacidade de produção, com a ambição de dominar todos os pontos de vendas da região!!!

Pouco espaço para crescer!

A modesta cozinha que já não comporta a produção

Daniel, Alessandro, Marcio e Marcel

Cervejas Brotas Beer

Sucesso ao Márcio, que merece e que é uma das pessoas mais bacanas e divertidas que conheço... Sucesso a todos os associados da ACerva, que fazem cada encontro ser melhor que os anteriores... Sucesso a Diretoria da ACervA, que soube conduzir a associação rumo às metas arrojadas estabelecidas para 2010 e que tenham muito mais sucesso para que as metas de 2011 sejam superadas!

Um brinde a todos os sócios da ACervA Paulista

Um feliz natal e um excelente 2011, cheio de pão e cerveja!

Alessandro Morais

* Fotos gentilmente cedidas por Ademir Marchiori. Algumas foram deliberadamente emprestadas dos blogs do Cassiano e do Alex da Ros.